Por que criei um blog!

Atualizado: Ago 19


O blog é focado em dividir minhas viagens e tudo que envolve esse universo. Mas, hoje, acordei com vontade de dividir com você o motivo de o ter criado. Como o blog também é voltado para estilo de vida, tá permitido refletir sobre isso, concordam comigo?

Também acho bacana compartilhar minha experiência porque, talvez, possa ser um empurrão para alguém que esteja adiando a realização de um sonho ou de algum projeto.


Desde nova, tenho essa grande paixão por viajar, conhecer novos lugares, viver experiências, sentir cheiros e vivenciar culturas diferentes da minha. Sempre viajei a lazer, como turista mesmo, mas praticamente a vida toda pensando que isso poderia ser dividido com as pessoas, até porque, eu mesma sempre viajei pesquisando em blogs. Acho muito importante a existência deles, afinal, são experiências reais compartilhadas.

Mas a insegurança era imensa: eu não me achava capaz de dar conta de um blog. Não nasci com o dom da escrita e confesso que até tenho dificuldades para escrever. Sabe como é: tem dias que a coisa bloqueia mesmo e não sai nada. Até li que isso é comum, muitos que escrevem têm bloqueios lá de vez em quando.


Mas o maior problema de quase todos nós é o medo do julgamento. A gente acaba adiando certas decisões por esse pensamento e, muitas vezes, deixa de fazer algo que pode ser a nossa maior realização pessoal, e até mesmo nosso propósito.


E assim os anos foram passando, até que me vi com outro questionamento: a minha idade. Com 55 anos, sem nenhum conhecimento na área, e a vida toda trabalhando num universo totalmente diferente. E não era só essa a "minha crença": tinha ainda a questão de pensar como eu começaria a escrever, sem nunca ter escrito absolutamente nada além de cartões de aniversário, e mais, como estruturar um blog, e como torná-lo conhecido, sendo que há tantos outros similares...


Tudo bobagem, gente! O que temos que fazer é meter a cara, com paixão mesmo!


Estou aqui escrevendo para vocês no ano em que o blog completou seu primeiro aninho de existência. Não sou uma referência ainda, até porque 1 ano para um blog é muito pouco tempo. Mas, uma coisa é certa, escrevo com toda a paixão e divido tudo com muito carinho. Penso que o resto vem com o tempo, afinal, todos estes ingredientes acabam atraindo coisas boas.

Outra dica muito importante para você que quer ter um blog: busque muito conhecimento, estude muito, e o que não conseguir fazer sozinho, peça ajuda, ou se puder, contrate alguém da área. No meu caso, foquei na montagem do site (pedi ajuda para o marido, hahaha) e na revisão de texto, que acho superimportante, tanto, que contratei uma revisora. Afinal, quem quer ler um texto cheio de erros? Não importa se você escreve bem ou não: é muito importante o texto ser revisado por outra pessoa, porque alguma coisinha sempre passa.


Hoje, sou editora e fotógrafa, tudo ao mesmo tempo: atualizo o blog, Instagram, Pinterest, Facebook... e vejo como dá trabalho e o quanto precisa de dedicação para alimentar essas plataformas digitais.

Como gosto de organizar minhas viagens, sou daquelas que corre para pesquisar em blogs o conteúdo sobre a região, país ou cidade que tenho interesse e ainda não conheço.

Antes de entrar para esse universo, anos atrás, fui a Nova York, com amigas. Era minha primeira vez na cidade, e eu pesquisei tanto antes de ir, que sabia andar na cidade como se já tivesse ido.


Hoje, sabendo do trabalho que dá produzir conteúdo para a internet, me arrependo de não ter usado os links afiliados. Muitas vezes, eu entrava nos blogs, pegava todas as informações que eram úteis para a minha viagem e ficava por isso mesmo: eu não sabia o quanto era importante para o blogueiro o uso de afiliados.


Vocês sabem que uma grande parte da renda para manter os blogs é através dos afiliados, não?


Mas, Cleo, o que é afiliado, afinal?


Todo blog dispõe de vários afiliados, que são os serviços essenciais para quem gosta de organizar sua própria viagem. Por exemplo: aluguel de carro, buscador de hotéis, compra de chip internacional, passagem aérea, compra de ingressos, seguro viagem, entre outros.


Você pode organizar tudinho num blog, e isso sem gastar nada a mais. O valor que o blog oferece é exatamente o mesmo que buscadores famosos oferecem em qualquer pesquisa. Só que o mais bacana é que você vai ajudar o blog que te passou essas informações, sem ele te cobrar nada em troca.

Eu sei que muitos não sabem como funciona esse universo dos blogueiros, eu também não sabia. Mas agora que sei, não deixo de prestigiar o site dos meus colegas, sempre que posso. Então fica essa dica para vocês também.


Blogs que me inspiram


Eu me inspiro e admiro vários blogs, mas, veja bem, se inspirar não significa copiar, isso não é certo, e existe uma diferença enorme entre as duas coisas. Resolvi listar alguns que acho demais e que tem um conteúdo incrível.


Café com Viagem da Alexandra Aranovich: com muitas dicas bacanas pelo mundo, o blog também é focado no enoturismo da região sul do Brasil.


Travelterapia da Anelise Zanoni: dicas de roteiros com crianças, entre outras dicas superinteressantes no Rio Grande do Sul e outros lugares do Brasil e do mundo.


Eduardo e Monica Blog: além de contarem sobre a vida de nômades digitais e dar dicas de fotografia, o blog tem dicas incríveis da experiência deles pela Tailândia.


Sem Pressa de Voltar da Aline Rocha: focada em compartilhar suas experiências gastronômicas pelo mundo, ela tem um jeito todo especial na escrita.


Viajante Maduro da Ivane Fávero e seu companheiro de aventuras Rômulo de Freitas: eles compartilham as viagens de um casal maduro, e a ideia do blog surgiu depois de sentirem uma carência deste tipo de conteúdo.


Meu Mapa Mundi da Sophia Catalogne: dicas de como organizar sua viagem, enoturismo, gastronomia e muito mais.


Mãe de Mochileirinho da Dani Jacinto: se você tem dúvidas sobre como ir e pra onde ir com seu filho, aqui você encontrará um montão de dicas bacanas!


Espero que esse post faça algum sentido para você ou que, de alguma forma, te inspire a realizar um projeto que ainda está na gaveta. Se já viveu esse dilema, de ter ou não um blog, compartilha comigo por e-mail ou até mesmo aqui nos comentários, que eu vou adorar saber!


VIVER DE BLOG: como criar e ganhar dinheiro com blog. Tenha o seu próprio blog, aprenda e ganhe dinheiro com blog e tenha mais tempo livre para viver suas paixões. Fica dica desse livro para quem quiser saber mais sobre esse universo dos blogueiros.








Aproveite para organizar sua viagem com os links abaixo, assim você ajuda a manter o blog, sem pagar nada a mais por isso.


Passagens com buscador Skyscanner

Encontre seu hotel no Booking

Viaje conectado e com chip entregue em casa

Faça sua cotação Seguro

Viagem com os melhores preços garantidos

Alugue seu carro na Rentcars em até 12 vezes

Leia mais sobre a POLÍTICA DO BLOG.